Homem foi indiciado com base da Lei Maria da Penha e por receptação, sendo recolhido à cadeia de Lavínia. Foto: MANOEL MESSIAS/Agência

PM vai atender briga de casal no Nova Canaã e descobre moto furtada

Homem negou ter furtado o veículo, então acabou sendo indiciado por receptação e com base na Lei Maria da Penha

ANDRADINA – A Polícia Militar prendeu na tarde de quinta-feira (12), o serviços gerais Edval da Silva Santos, de 49 anos, residente na rua 8 do Loteamento Nova Canaã, anexo ao bairro Gasparelli, acusado de infringir a Lei Maria da Penha e  de receptação. Em sua casa foi descoberta uma motocicleta Titan na cor verde, placa de Guaraçaí/SP, furtada no dia anterior do bolsão de motos de um supermercado. Encaminhado para a DDM – Delegacia de Defesa da Mulher, foi indiciado pelos dois crimes e recolhido à cadeia de Lavínia, à disposição da Justiça.

A prisão do acusado aconteceu quando a equipe composta pelo sargento PM De Souza e cabo PM Cristiano, foi acionada via Copom – Centro de Operações da Polícia Militar, para atender uma desinteligência entre o casal morador na residência da rua 8 do Canaã.

Ao chegar ao local a mulher relatou que seu companheiro estava descontrolado, a agrediu e tentou acertar uma facada nela. Ela mostrou onde estava a faca com o cabo quebrado.

Enquanto os policiais militares elaboravam as primeiras tratativas, o sargento percebeu uma motocicleta Titan, na cor verde, estacionada no quintal e com a placa encoberta por um pano.

Quando o sargento realizou a pesquisa junto a Prodesp, Sistema de Processamento de Dados do Estado de São Paulo, constatou que a mesma era produto de furto praticado no dia anterior do bolsão de motos existente ao lado de um supermercado localizado no cruzamento das ruas Rodrigues Alves com 9 de Julho, centro.

Questionado a respeito da moto, o homem informou que não tinha praticado o furto, porém, disse que a comprou pelo valor de R$ 500,00 de um tal de “Paulinho”, sem saber quem era essa pessoa, ou onde morava.

Ele foi detido, algemado e conduzido à Delegacia de Defesa da Mulher, sendo indiciado pelos crimes baseado na Lei Maria da Penha (agressão e ameaça contra a mulher), e receptação (que é ainda mais grave do que o furto propriamente dito, com pena mais alta).

O proprietário da motocicleta foi localizado e foi até a DDM para reaver seu veículo, ficando feliz cm a localização de seu material de locomoção do trabalho para casa.

MIL NOTICIAS/Agência

Comments are closed.

>