pe_decepado02

Servente tem pé amputado em acidente de moto no bairro Passarelli

ANDRADINA – O servente de pedreiro Paulo Sérgio Xavier de Carvalho, o “Paulinho Torneira Seca”, residente na rua Grécia, no Jardim Europa, teve o pé direito amputado ao se envolver em grave acidente de trânsito na noite de sábado (11), no cruzamento da rua Guiomar Soares Andrade com Av. Lisboa, no bairro Passarelli. Socorrido pelo resgate do Corpo de Bombeiros ao pronto atendimento municipal (PAM), foi transferido à Santa Casa onde seria submetido a cirurgia para amputação de mais um pedaço da perna (até próximo do joelho), para colocação de futura prótese. Ele permanece internado. A Polícia Militar registrou boletim de ocorrência.

O grave acidente aconteceu pouco depois das 22h30, quando “Paulinho” pilotava a Titan 150cc, na cor cinza, pela rua Guiomar Soares, sentido jardim Alvorada ao bairro Passarelli e ao chegar no cruzamento coma a Av. Lisboa, iniciou manobra repentina à esquerda para acessar essa via de entrada apara o bairro em que mora, entrando na frente do Uno na cor azul, dirigido pelo mecânico Rodolfo Mateus Sacco, de 26 anos, residente na rua Félix Cury, mesmo bairro do acidente, que seguia pela mesma via em sentido contrário.

Com o forte impacto, o Uno bateu a parte onde se encaixa o farol dianteiro direito contra o tornozelo direito do servente, arrancando seu pé na hora. O membro decepado “voou” a mais de cinco metros de onde o rapaz caiu, sobre a calçada de uma conveniência localizada naquele cruzamento e que estava lotado de clientes.

Uma equipe da Polícia Militar realizava patrulhamento nas proximidades e chegou rápido ao local, acionando rapidamente os bombeiros. A perna ferida foi devidamente imobilizada e coberta por gazes para evitar contaminação, assim como o pé decepado foi recolhido pelos bombeiros e encaminhado ao pronto socorro.

No impacto a motocicleta sofreu praticamente destruição total, tento arrancado seu tanque e o carburador foi parar a mais de 10metros de distância. O Uno teve o farol arrancado, além de amassamentos no paralamas e capô, na parte dianteira, lado direito. Teve ainda o parabrisa dianteiro quebrado pelo impacto do corpo do servente.

OS DOIS EMBRIAGADOS

Quando policiais foram conversar com o mecânico que dirigia o Uno para saber as circunstâncias do acidente, constataram que ele havia ingerido bebida alcoólica, pois cambaleava muito, exalava odor etílico, tinha a voz pastosa e olhos avermelhados. Ao submetê-lo ao teste do etilômetro (bafômetro), aferiu 1,15 mg/l por litro de ar alveolar expelido, considerado altíssimo.

Informações de testemunhas também dão conta de que o servente que perdeu o pé estava embriagado já que estava com amigos em um bar na cohab São João e depois foi para outro abar no jardim Alvorada, para só então ir embora.

PRISÃO

O mecânico foi multado por embriaguez ao volante (dirigir sob efeito de bebida alcoólica), no valor de R$ 2,950,00, teve o veículo apreendido e ainda acabou preso. Motivo: ele já responde a processo por outra embriaguez anterior e por isso não coube fiança.

DESTRUIÇÃO

No ano passado ‘Paulinho’ destruiu um VW Gol pertencente a seu pai, quando seguia pela rua Rio de Janeiro, sentido bairro Passarelli, ao bairro em que  mora e depois de passar pelo cruzamento com a rua 21 de Abril, perdeu o controle de direção e bateu forte contra uma árvore. Depois do susto, ele abandonou o veículo no local, que só foi resgatado um dia depois do acidente.

MIL NOTICIAS/Agência

Comments are closed.

>