Empresa Estilo Box, localizada na marginal da Rondon, ficou completamente alagada. Foto: Whats ap

Temporal provoca alagamentos e prejuízos por toda cidade de Andradina

ANDRADINA – A forte chuva forte (verdadeiro temporal), que caiu sobre a cidade no final da tarde desta terça-feira (5), deixou um rastro de destruição em vários bairros, destruindo ruas, calçadas, casas e até empresas, causando prejuízo considerável. A Vila Mineira, na divisa da marginal da rodovia Marechal Rondon (SP 300), foi a que sofreu as maiores consequências devido obras de implantação de asfalto, porém, as bocas de lobo não foram suficientes para captar o grande volume de águas pluviais. Uma empresa ficou completamente destruída.

Relatos de moradores foram aos poucos dando a dimensão dos estragos que a chuva forte vinha proporcionando, com estragos relatados nos bairros Santa Cecília, Vila Rica, Piscina, Botega, porém, a Vila Mineira foi a mais prejudicada.

Um grande alagamento nos finais das ruas José Lopes de Oliveira (extensão da 13 de Maio), Vitório Guaraciaba, Pereira Barreto, todas próximas da marginal da Rondon, também conhecida por rua Manoel Messias dos Santos, virou um verdadeiro rio.

Praticamente todas as empresas localizadas na parte baixa da marginal sofreram alagamentos, amas foi a Estilo Box quem teve os maiores prejuízos com a água atingindo mais da metade das paredes, em uma altura de mais de 1,5 metros. Tudo o que havia dentro foi destruído, como máquinas, computadores e molduras.

Não foi possível calcular os prejuízos ainda, mas os proprietários acreditam em uma soma de mais de R$ 20 mil.

O trevo da Av. Guanabara com a Rondon também sofreu alagamento e deixou ilhados os motoristas que tentaram contornar o trevo. Os bombeiros receberam inúmeras chamadas e foram atendendo conforme ia terminando os demais serviços. Por sorte não houve feridos.

Várias pessoas fizeram desabafos em redes sociais criticando o trabalho mal executado pelas empresas contratadas pela Prefeitura através do PACII – Programa de Aceleração do Crescimento.

MIL NOTICIAS/Agência

Comments are closed.

>