O serial killer Daniel Perpétuo dos Reis Rodrigues, o “Daniel Peitudinho”, de 40 anos. Foto: DIVULGAÇÃO,

PM de Barretos prende acusado de matar professor Belo Valieri

PM realizava patrulhamento de rotina quando abordou o indivíduo. Homem é considerado um serial killer (matador em série). Foi descoberto que ele acabara de assassinar uma outra pessoa em Olímpia.

BARRETOS – A Polícia Militar de Barretos prendeu na madrugada desta quarta-feira (09), Daniel Perpétuo dos Reis Rodrigues, o “Daniel Peitudinho”, de 40 anos, acusado do assassinato do professor Belino Valieri, o “Belo”, em Andradina. A prisão dele aconteceu durante abordagem de rotina e descoberto que havia um mandado de prisão da Comarca de Andradina contra ele. Durante o processo de prisão descobriu-se que ele havia cometido um outro latrocínio (matar para roubar), de um morador de Olímpia. Encaminhado à Delegacia de Polícia, foi recolhido à cadeia local.

A PRISÃO

A Polícia Militar de Barretos realizava patrulhamento de rotina pelos bairros da cidade, quando avistou um veículo dirigido por um homem negro, portando-se de maneira suspeita, decidindo por aborda-lo. Como ele não apresentou documentos e havia suspeita de estar passando informações erradas, foi encaminhado para o plantão da Delegacia de Polícia da cidade.

Depois de algumas pesquisas, descobriu-se tratar de Daniel Perpétuo dos Reis Rodrigues, o “Daniel Peitudinho”, e que haveria um mandado de prisão contra ele. Policiais civis daquela cidade entraram em contato com o plantão policial de Andradina e foi confirmado haver um MP contra o indivíduo pela morte de ‘Belo Valieri’.

Depois da confirmação do MP, e como “Daniel Peitudinho” estava sujo de sangue, PMs pesquisaram a placa do veículo encontrado com ele, com placa de Olímpia/SP, e solicitaram que uma unidade daquela cidade fosse até a casa do proprietário, um idoso identificado por Marcelino Seno, de 78 anos e o encontraram morto a facadas, com requintes de crueldade, descobrindo-se que o homicida é um serial killer.

PANORAMA

“Daniel Peitudinho” também é acusado de tentativa de latrocínio contra Valmir Sionti, morador de um distrito de Panorama, na região de Dracena, quando o espancou violentamente na cabeça para roubar uma picape GM Montana. O acusado acabou deixando cair seu documento no local do crime e a Polícia o identificou rapidamente como sendo o mesmo envolvido na morte do professor em Andradina. Horas depois a picape foi encontrada abandonada em um canavial na zona rural Panorama do município. A vítima foi internada em coma no hospital de Presidente Prudente.

LATROCÍNIO DO PROFESSOR EM ANDRADINA

O professor “Belino Valieri”, de 46 anos, foi assassinado no último dia 23 de Julho, na casa onde morava na Rua Alexandre Salomão, 626, no bairro Passarelli, em Andradina. Valieri tem toda sua história de vida em Murutinga do Sul, onde foi sepultado, mas alugava uma edícula já a algum tempo em Andradina, onde acabou morto.

Segundo a polícia, a vítima estava na sala, sem roupas, envolvido em um lençol, com as mãos amarradas e com um fio de telefone no pescoço. Segundo apurado, o dono do imóvel sentiu sua falta e ao procurá-lo o encontrou morto e a casa revirada. A moto do professor, uma Honda CG 160 cc, cor vermelha, placa ESD 2507, foi levada pelo criminoso.

Investigações da DIG de Andradina apontam que ele foi com a moto para a cidade de Bebedouro, onde mora uma irmã dele. Ela teria confirmado essa informação. A motocicleta ainda não foi localizada e pode ter sido usada para locomoção dele para várias cidades do interior de São Paulo.

“Daniel Peitudinho” possui extensa ficha criminal onde estão registrados crimes praticados tais como: Furto – Roubo – Estelionato – Porte Ilegal de arma e munições – Receptação e agora dois latrocínios e outro tentado.

MIL NOTICIAS/Agência

Assista o vídeo do momento da prisão do acusado:

 

 

Comments are closed.

>