Danilo Ferreira Loureiro, de 23 anos (esq.) e Ronnie Peterson de Melo, de 42, acusados do furto. Foto: Polícia Civil/Divulgação

Polícia Civil esclarece furto de relógios em loja do Shopping de Andradina

Acusados são do estado de Minas Gerais e praticaram outros furtos pela região. Foram furtados três relógios de marca, dando prejuízo de aproximadamente R$ 7 mil  

ANDRADINA – A Polícia Civil, através da DIG – Delegacia de Investigações Gerais apresentou à imprensa na manhã de quinta-feira (20), o esclarecimento do furto de três relógios de marca de uma loja localizada no Oeste Plaza Shopping, em Andradina, provocando prejuízo de aproximadamente R$ 7mil. Os acusados são Danilo Ferreira Loureiro, de 23 anos e Ronnie Peterson de Melo, de 42, ambos do estado de Minas Gerais, que já cumpriram prisão por diversos crimes, entre eles roubos e tráfico de drogas.

A identidade dos autores do furto praticado no último dia 07 foi possível graças ao rastreamento do veículo utilizado pela dupla, um Peugeot na cor preto, alugado em Belo Horizonte/MG. A partir dai foi possível checar o itinerário feito pelo veículo, que passou ao longo de várias cidades desde MG, passando por São José do Rio Preto, Nhandeara, General Salgado, entre outras, até chegar em Andradina. O rastreador indicou que a dupla esteve pelo shopping próximo de 16h30.

Os dois acusados retornaram a noite do mesmo dia 07, quando, próximo de 20h30, entraram no shopping, e escolheram uma loja revendedora de relógios e semi-jóias para atacar.

Aproveitando que a vendedora atendia uma família composta do casal e dois filhos, o homem negro retirou das vitrines três relógios de marca, um de cada vez, avaliados em aproximadamente R$ 7mil e os colocou no bolso direito de sua bermuda, enquanto o outro dava cobertura fingindo que falava no celular com alguém.

Vale salientar que a família não tem nada a ver com a dupla e é cliente da loja. Eles passaram por um mal entendido terrível naquele dia, quando chegou-se a ser acusado do envolvimento no episódio, sendo posteriormente esclarecidos os fatos.

Depois do furto, a dupla acusada saiu da loja no mesmo instante que a família, não tendo a vendedora percebida a ação dos marginais naquele momento. Depois que constatou o furto, ela acionou os proprietários que, ao rever as imagens pode constatar toda a ação. O caso foi registrado no plantão policial e repassado para a Polícia Civil.

OUTRO FURTO

A DIG também descobriu que a mesma dupla praticou no dia seguinte (08), ás 14h, o furto de aproximadamente R$ 600,00, de uma loja de rações localizada próximo do semáforo do bairro Santa Cecília, usando o mesmo expediente. Enquanto um dos indivíduos distraía o atendente, o outro abriu a gaveta do caixa e furtou a grana. Os dois fugiram no Peugeot preto.

A Polícia Civil obteve informação de que a dupla rumou para a alta paulista, região de Dracena, Presidente Prudente, onde deve agir. Ainda não há informações de que os dois bandidos tenham cometido algum delito.  

MIL NOTICIAS/Agência

Comments are closed.